Jornal Diário do Vale - 20/02/2018 - Coluna Social Mário Sergio

Foto: Divulgação/ Jana Machado



Website Olho Vivo - 16/06/2018 - Livros

Rodrigo Hallvys lança primeiro livro de uma quadrilogia
Escrito entre 2011 e 2012 - O dia D - discursa situações e assuntos universais, vividos diariamente por qualquer pessoa

Foto: Divulgação/ Jana Machado/ Silvia Lobato


“Eu tinha vergonha de publicar porque, mesmo sendo diversas situações que todo ser humano vivencia,
eu estava falando do meu ponto de vista perante o que passei; era uma sensação de estar me despindo e eu ficava tímido”

Cláudio Alcântara

Da vida para as páginas, sem se tornar autobiografia. Essa é a premissa do livro “O dia D”, do ator Rodrigo Hallvys, que lança mão de mais uma vertente de trabalho em sua vida. O livro, que foi escrito entre 2011 e 2012, é o primeiro de uma quadrilogia de obras que discursam situações e assuntos universais, vividos diariamente por qualquer pessoa. A obra foi lançada no Rio de Janeiro no dia 13 de junho, no Espaço Via Alternativa, e ganhou mais duas sessões extras de autógrafos para o dia 20, no Centro Educacional Nossa Senhora de Fátima, onde Hallvys foi professor de artes por quatro anos.

- Revisitar locais que marcaram minha vida de forma carinhosa sempre é um prazer. O Espaço Via Alternativa é um local que amo e foi onde fiz o meu primeiro festival de teatro no Rio. Agora ganhei uma cereja no bolo podendo estar com meus ex-alunos no colégio onde trabalhei - comemora.

Em breve haverá um lançamento especial em Volta Redonda, é só aguardar. Porém, interessados em adquirir o livro também podem entrar em contato pelo site do autor.

- Meus primeiros 31 anos estão ali nas páginas. Momentos, coisas e pessoas importantes em minha vida. Transformei tudo em poema e poesia. Foi a forma como tive de homenagear, relembrar, estampar e até despedir de várias situações que todos nós vivemos. É a leitura que tenho do caminho que percorri até aquele período - detalha.

O motivo do artista iniciar o livro é esclarecido: vida pessoal.

- Estava iniciando um relacionamento sem saber se conseguiria realmente tornar em namoro. Então escrevi três textos naquela época e os publiquei em um perfil antigo que tive em rede social. Inclusive o pedido de namoro. Sou romântico demais. O que eu não esperava era ter mais de mil comentários e que surgissem tantos conselhos para que eu escrevesse um livro - explica, completando que o título da obra foi dado por causa dos planos de casamento que começaram a ser feitos na época.

A repercussão das postagens na internet de fato fez Hallvys escrever o livro, que foi finalizado com o término do relacionamento no ano seguinte. Depois vieram mais três livros, resultando em continuidade no trajeto. Porém, o autor confessa que não pretendia publicar.

- Eu tinha vergonha. Porque, mesmo sendo diversas situações que todo ser humano vivencia, eu estava falando do meu ponto de vista perante o que passei. Era uma sensação de estar me despindo e eu ficava tímido. Meu irmão era o único que sabia sobre a existência dos livros. Depois em algumas conversas amigos souberam e apresentei um ou outro texto. Assim começou uma determinada cobrança para que eu deixasse “o filho sair de casa”. E estou satisfeito com o resultado - comenta, com sorriso no rosto.

 



Total autonomia do autor
Desde os textos, passando pela ilustração até o registro nacional foram pelas mãos do autor.

- Mania de autonomia. Cheguei a entrar em negociação com duas editoras que demonstraram interesse. Porém fiz uma pesquisa sozinho e resolvi fazer através da minha própria empresa. É meu primeiro livro, e precisava ser uma questão livre - argumenta.

FIQUE DE OLHO


Livro: O dia D
Autor: Rodrigo Hallvys
Editora: RH Soluções Artísticas, Rio de Janeiro, 2018.
Páginas: 80
Gênero: Poema e poesia
Valor: R$30 (trinta reais)
Site: www.rodrigohallvys.com.br