-


Jornal A Voz da Cidade - 06/01/2021 - Coluna Social Fábio Soares

Novas Sublimes

Foto: Divulgação/João Paulo Cardeal


Fábio Soares

A RH Soluções Artísticas fez, entre novembro e dezembro de 2020, todas as audições para a seleção das cantoras para a nova formação do famoso trio 'As Sublimes', com apoio cultural do Gacemss. As novas integrantes foram apresentadas pelo diretor artístico, Rodrigo Hallvys, e são elas: Ciça Reis, Dudda Olive e Jess Araújo. Agora o trio passará 4 meses frequentando o projeto 'Escola Sublime' para ser lançado na mídia nacional.



Jornal Diário do Vale - 07/01/2021 - Caderno Principal (página 06)


Integrantes da nova formação do trio 'As Sublimes' são anunciadas

Foto: Divulgação/Thiago Giaccomeli



Roberta Caulo


Foram dois meses de audições. Um com audições individuais e o outro já em trios. A RH Soluções Artísticas anunciou em março do ano passado as abertura das inscrições para o processo seletivo que buscava trazer a nova formação do trio ‘As Sublimes’, que fez sucesso nos anos 90 e teve Isabel Fillardis, Karla Prietto, Lilian Valeska e Flávia Santana em suas primeiras formações. Agora, Rodrigo Hallvys, proprietário da RHSA e detentor da marca registrada que leva o nome do grupo, decidiu abrir oportunidade para cantoras da região Sul Fluminense e as vencedoras são Ciça Reis, Dudda Olive e Jess Araujo, que assumem a responsabilidade de seguir o legado, a arte e todo o glamour trazido pelas antigas formações, que se tornaram referência por serem o único grupo musical brasileiro formado apenas por mulheres negras a conquistar projeção midiática no país.

– Minha história com As Sublimes já tem vinte e sete anos. Iniciou quando a primeira formação foi lançada. Eu era fã. Com o tempo conheci as antigas cantoras, que sempre me encheram de carinho. Daí, tornei-me proprietário da marca, passamos um tempo com apresentações em rodízio das antigas formações e agora estamos com a nova. Foi uma forma de abrirmos mais uma oportunidade de trabalho para artistas da região e todo mundo está aprovando a ideia. As novas cantoras foram bem recebidas pelo público nas redes sociais e já iniciamos os trabalhos – detalha Rodrigo Hallvys, que teve apoio cultural do Gacemss para o anúncio das novas Sublimes.

Agora, as cantoras passarão quatro meses tendo aulas de harmonização vocal, dança, intepretação, FitDance para trabalhar o cardiorrespiratório e a sincronia entre canto e dança, Língua Portuguesa para redes sociais, Línguas Inglesa e Espanhola, etiqueta, modelagem, maquiagem e simulados de entrevistas para criar estrutura emocional e fôlego para enfrentarem agenda de shows. “Elas já harmonizam naturalmente e isso emocionou a equipe inteira que estava presente na audição final. O trabalho de harmonização que está acontecendo é para abrir ainda mais a voz de cada uma, Elas estão nas mãos de Cláudio Quirino, que é um profissional de quilate e já começou o processo de construção”, comenta Rodrigo.

Repertório de shows, figurinos, arranjos musicais e novas músicas já estão sendo preparadas e ainda neste ano As Sublimes trarão sua arte a público de forma oficial. Enquanto isso o público pode acompanhar tudo através do Instagram @assublimes e do site www.assublimes.com.br


Portal Olho Vivo - 11/01/2020 - Cena alternativa

RH Soluções Artísticas inicia 2020 com novidades
Produtora começa o ano com a estreia da 2ª temporada do Pequenas Leituras no Premium Café Brasil,
workshop de ritmo cênico e ensaios para a Maratona Cultural do OLHO VIVO

Foto: Divulgação/ Thiago Giaccomeli


Cláudio Alcântara

Dois mil e vinte um já começou com a agenda cheia para a RH Soluções Artísticas, que abre mais uma frente de trabalhos para seus produtos. A produtora encerrou o mês de dezembro anunciando a nova formação do trio As Sublimes e as cantoras selecionadas são Ciça Reis, Dudda Olive e Jess Araújo.

Com apoio cultural do Gacemss, a audição final contou com a presença das famílias das candidatas e dos profissionais que compõem a equipe do projeto Escola Sublime, idealizado pela produtora para preparar as cantoras para serem lançadas em mídia nacional.

- Serão quatro meses onde elas terão aulas de harmonização vocal, embora elas já harmonizem muito bem, para abrir mais as vozes, dança, intepretação, fitdance para trabalhar o cardiorrespiratório e a sincronia entre canto e dança, língua portuguesa para redes sociais, línguas inglesa e espanhola, etiqueta, modelagem, maquiagem e simulados de entrevistas para criar estrutura emocional e fôlego para enfrentarem agenda de shows - detalha Rodrigo Hallvys, proprietário da marca que leva o nome do grupo e da RH Soluções Artísticas.

Rodrigo comenta a reação do público até o momento.

- Quando anunciamos que haveria seleção para a nova formação, tivemos apoio dos fãs que, como eu, acompanham a história das Sublimes desde 1993, quando a primeira formação foi lançada. Tivemos apoio das próprias cantoras que já fizeram parte das formações anteriores. Atrasamos o processo seletivo para evitarmos problemas trazidos com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e conseguimos cumprir o objetivo de definirmos a nova formação ainda em 2020. Tivemos um apoio extraordinário dos fãs ao anunciarmos as integrantes e tudo está emocionante - declara.

Com figurinos já desenhados, repertório de show decidido e sessões de foto agendadas, as cantoras iniciaram a frequência no Escola Sublime no dia 3 de janeiro e em breve estarão lançando músicas novas do trio.

- Há muita coisa boa sendo preparada. As Sublimes foi o único grupo brasileiro só de mulheres negras a alcançar sucesso, teve uma explosão midiática fantástica e tornou-se referência para meninas afrodescendentes na década de 90. Estamos criando toda essa nova estrutura, respeitando e mantendo o legado que conquistou e marcou tanta gente. Será algo definitivamente sublime - derrete-se Hallvys.

Foto: João Paulo Cardeal



Quem é quem na nova formação

. Jess Araújo - É de Volta Redonda e tem 22 anos. Formada em educação física. Entre 6 anos de idade até os 15, frequentou o projeto Cidade da Música, da prefeitura. Lá, aprendeu a tocar violino, viola clássica, pífaro e alguns instrumentos de percussão.

. Dudda Olive - É a mais nova do grupo, com 18 anos, e mora com a família em Volta Redonda. Terminou o 2°grau e sempre gostou de cantar. Toca instrumentos de percussão.

. Ciça Reis - Tem 26 anos e mora em Barra Mansa. Cantora, percussionista, professora e compositora. Tem 12 anos de carreira musical. Graduada em licenciatura em música, formada em 2015 pelo UBM (Centro Universitário de Barra Mansa).

> Assessoria: Emiliano Macedo



Jornal A Voz da Cidade - 07/01/2021 - Caderno Principal (página 02)


Nova formação do trio 'As Sublimes' foi escolhida no Sul Fluminense

Foto:
Divulgação/Thiago Giaccomeli

Franciele Aleixo

Após dois meses em audições para a busca de cantoras para a nova formação do famoso trio 'As Sublimes', a RH Soluções Artísticas anunciou, no dia 27 de dezembro, as finalistas selecionadas em um momento que gerou emoções nos profissionais presentes.

Rodrigo Hallvys, detentor da marca registrada que leva o nome do trio, escolheu o trio composto por Ciça Reis (26 anos/Barra Mansa), Dudda Olive (18 anos/Volta Redonda) e Jess Araújo (22 anos/Volta Redonda), que mostraram harmonia vocal cantando quatro faixas musicais "a capela" e ainda criaram coreografias para cada faixa, deixando os profissionais presentes encantados."
Foi emocionante. Havia apenas três semanas que elas se conheciam e criaram uma cumplicidade vocal muito boa. Foi notória construção. Chegaram com coreografias, arranjos vocais e encantaram os profissionais que estavam acompanhando. Saímos todos satisfeitos com o trabalho apresentado", detalha Rodrigo Hallvys, que começou sendo fã da primeira formação, acompanhou a segunda e tornou-se proprietário da marca.

Com vestidos dourados, elas iniciaram a apresentação cantando um medley que uniu as músicas "Stop! In the name of love" (The Supremes), "Be My Baby" (The Ronettes) e "Dancing in the street" (The Vandellas), seguiram com "Eu não vou" (música composta pelas antigas Sublimes e que fez sucesso ao ser gravada pelo grupo Fat Family), depois cantaram "Me superar" (versão de Rodrigo Hallvys para a música "Absolutely not", lançada por Deborah Cox) e encerraram com "Boneca de fogo" (música que lançou a primeira formação das Sublimes ao estrelato, em 1993).

Com o isolamento social gerado pela pandemia do novo coronavírus, as inscrições foram estendidas e as audições acabaram acontecendo o nos últimos meses de 2020. O processo seletivo aconteceu em três etapas: período de inscrições (de março a outubro), audições individuais para conhecimento de timbres e personalidades das vozes (em novembro) e audições em trios (durante o mês de dezembro).

Ele explica que, antes das cantoras virem a público com novo trabalho, passarão quatro meses frequentando o projeto "Escola Sublime", que será ministrado por profissionais de diversas áreas para prepararem as cantoras para a mídia nacional. O projeto já teve início e envolve harmonização vocal, dança, interpretação, Língua Portuguesa para redes sociais, Línguas Inglesa e Espanhola, modelagem, etiqueta, Fit Dance para cardiorrespiratório e sincronia corporal, maquiagem, simulado emocional e comportamental para imprensa.

Segundo Hallvys, o repertório do show de lançamento já está definido, os figurinos já foram desenhados e as próprias cantoras que já fizeram parte do trio (Isabel Fillardis, Karla Prietto, Lilian Valeska e Flávia Santana) se alegraram ao ver o vídeo que a nova formação fez em homenagem a elas. "Foi tudo emocionante. Acompanho tudo relativo às Sublimes há vinte e sete anos e estamos podendo ver uma nova formação se empenhando para fazer jus ao legado. Alegrias e arrepios que estão nos deixando contentes. Tudo sendo preparado por profissionais escolhidos a dedo para trazer a público um show espetacular", comenta.

Enquanto isso o público já pode acompanhar as redes sociais através do link @assublimes e do site www.assublimes.com.br



Jornal Diário do Vale - 18/01/2020 - Coluna Social Mário Sergio


Sala vip

Foto: Arquivo